bookandtea1

Essas três palavrinhas aí em cima, que danadas, são título de um filme maravilhoso do Ang Lee que vi na adolescência (recomendo), uma tatuagem que por dois anos sonhei em fazer no meu braço de (na época) estudante de gastronomia (desisti quando vi no jornal uma foto do chef Pedro de Artagão mostrando que pensou nisso antes de mim) e as verdadeiras vocações que tenho. Já que vim à passeio nesse mundo, ainda bem que me deram essas vocações como ferramentas para aproveitar a viagem, agradeço!

Meu nome é Ana Bolena e nessa coluna eu vou falar sobre comer, beber, viver… e literatura (parte indispensável do bem viver). A coluna será bastante autoral e bem rapidinho vocês perceberão que eu misturo comida com poesia, música, prosa, cinema e devaneios num caldeirão que borbulha e eventualmente transborda. E que sou adepta de parênteses para fazer flashbacks e detalhar pensamentos (e situações).

Usando a linguagem da gastronomia, posso dizer que essa coluna vai ser uma cozinha de bistrô. Eu saio por aí olhando o mundo e volto para te oferecer o que encontrar de mais fresco e interessante. Às vezes teremos banquete, em outras um prato único. De vez em quando confort food que te leva de volta para a infância e te faz cafuné na cabeça, depois um escritinho apimentado para aumentar a temperatura, um texto leve e cheio de doçura seguido de uma combinação inusitada, ousada, quem sabe até pretensiosa feito atum selado com baunilha e purê de grão de bico. Vai ter resenha de livro, crônica, receita, dica imperdível, miscelânea. Tudo cabe no coração quentinho de uma cozinha de bistrô. Ah! Nem tudo. Com mesmice não trabalhamos.

Onde você já está indo? Pensa que por hoje é só? Não! Imagina se eu te deixaria ir embora sem oferecer um chá… esse é de gengibre com maçã, perfeito pra esse outono que chegou tímido mas que agora já está bem à vontade, mostrando seus ventinhos frios.

Chá de gengibre com maçã

500ml de água filtrada
1 rodela de gengibre com meio centímetro de espessura cortada em 4 partes
casca de uma maçã vermelha

Coloque todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo médio até ferver. Ferva por 5 minutos e desligue o fogo. Tampe a panela e deixe o chá abafado por mais 5 minutos. Coe, sirva, adoce se quiser e beba.

Ps: Fica muito mais gostoso quando degustado lentamente, numa poltrona confortável, na companhia de um livro querido (eu acrescentaria um gato à essa cena, mas deixo a seu critério).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here